Segurança Inteligente

Assalto a loja leva a tiroteio no Leblon

Posted by on 2 02UTC Abr 02UTC 2018 in notícias de crimes | 0 comments

Um policial militar foi baleado durante uma troca de tiros que começou após uma tentativa de assalto a uma loja nas imediações da Praça Antero de Quental, no Leblon, na Zona Sul do Rio. Os bandidos fugiram do local, mas dois suspeitos foram presos dentro do Túnel Zuzu Angel, no sentido São Conrado. O agente baleado foi levado para o Hospital Municipal Miguel Couto, na Gávea. Depois de receber os primeiros atendimentos, ele foi transferido para o Hospital Central da Polícia Militar, no Estácio. Não há informações sobre seu estado de saúde.

De acordo com a Polícia Militar, criminosos que tentaram roubar uma loja na Rua General Urquiza foram surpreendidos por agentes do 23º BPM (Leblon) que patrulhavam o local. Durante o confronto, um PM foi atingido. Os criminosos fugiram, então, em um veículo de cor branca. Em seguida, equipes do 23º BPM e do 2º BPM (Botafogo) começaram uma busca pelos criminosos, inclusive com bloqueios em vias próximas.

Lojas Americanas que foram alvo de ladrões no Leblon Foto: Fabio Teixeira / Agência O Globo

Uma blitz foi montada na entrada do Túnel Rebouças, no sentido Zona Norte, para impedir uma eventual fuga por ali. Mas os suspeitos foram encontrados no Zuzu Angel, que liga os bairros do Leblon e de São Conrado. Segundo uma pessoa que passava pelo Zuzu Angel por volta das 10h30, PMs pararam o trânsito nos dois sentidos.

— Os policiais interceptaram carros, uns 10 segurando fuzil e correndo pelo túnel procurando alguém. Eles chegaram até um carro branco e tiraram uma pessoa de dentro do porta-malas. O túnel ficou uns 10 minutos parado, teve carro que tentou avançar o bloqueio, e outros voltaram de ré. Depois, a CET-Rio liberou o trânsito — contou.

Segundo o gerente de um estabelecimento comercial na área onde ocorreu o assalto, cerca de quatro bandidos saíram de uma filial das Lojas Americanas atirando contra policiais e fugiram em um carro.

— Estava dentro da minha loja trabalhando. Acho que vi uns quatro homens, todos armados. Deram tiros nos policiais, entraram num carro e desceram a Rua General Urquiza correndo, com a polícia atrás — contou o gerente, que pediu para não ser identificado.

Em nota, as Lojas Americanas informaram que “está contribuindo com as autoridades para elucidação do caso.”

Fonte: Extra

Orçamento Rápido